Biografia

Natural de Alvalade, Lisboa, Portugal, Sérgio Dias Branco é Professor Auxiliar de Estudos Fílmicos na Universidade de Coimbra, onde dirige o Mestrado em Estudos Artísticos e coordena o LIPA - Laboratório de Investigação e Práticas Artísticas. É investigador do Centro de Estudos Interdisciplinares do Século XX da Universidade de Coimbra e colabora com o Centro de Investigação em Teologia e Estudos de Religião da Universidade Católica Portuguesa e o Instituto de Filosofia da Nova. Leccionou na Universidade Nova de Lisboa e na Universidade de Kent, onde lhe foram atribuídos os graus de Mestre e Doutor em Estudos Fílmicos. Actualmente, o seu principal projecto de investigação é uma pesquisa sobre a representação das virtudes teologais no cinema contemporâneo para o Mestrado por Investigação em Teologia na Universidade de Durham. Foi Presidente da Associação de Investigadores da Imagem em Movimento entre 2018 e 2020 e membro da sua Direcção entre 2014 e 2020. A sua investigação inscreve-se nas áreas científicas dos estudos fílmicos, religiosos, televisivos, e da classe trabalhadora. Co-edita a revista Conversations: The Journal of Cavellian Studies. Os seus últimos livros são Escrita em Movimento: Apontamentos Críticos sobre Filmes (2020) e O Trabalho das Imagens: Estudos sobre Cinema e Marxismo (2020).

Desde 2014, é dirigente do Sindicato dos Professores da Região Centro, constituinte da Federação Nacional dos Professores, e foi eleito para o Conselho Nacional da Confederação Geral dos Trabalhadores Portugueses - Intersindical Nacional e a sua Comissão Executiva em 2020.

Foi admitido como leigo da Ordem dos Pregadores em 2012 e fez a promessa perpétua em 2017.